Fairy Tail Rebirth

Venha e se aventure no mundo mágico!

Quem está conectado
1 usuário online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 1 Visitante

Nenhum

[ Ver toda a lista ]


O recorde de usuários online foi de 17 em Sab Abr 12, 2014 7:48 pm
Os membros mais ativos da semana

Últimos assuntos
» Ficha de J.W
Dom Maio 04, 2014 8:20 am por J.W

» [Entrada] - Ezio
Sab Abr 26, 2014 7:12 pm por Nora Shirakin

» [Entrada]O pequeno começo de Ceci
Seg Abr 21, 2014 4:07 pm por Cecyly Cambell

» Ficha de Ceci (The Knight)
Seg Abr 21, 2014 2:48 pm por Tess A. Masayuki

» zona de apresentação e The Knight e.e
Seg Abr 21, 2014 12:21 pm por Cecyly Cambell

» Loja de Armaduras - Reequip The Knight
Seg Abr 21, 2014 2:09 am por Miya T. Akiyama

» [Missão] A primeira vez é inesquecível.
Dom Abr 20, 2014 2:03 am por Henry W. Hawk

» Primeira missão. A captura dos bandidos!
Sab Abr 19, 2014 8:42 pm por Terry Scott

» [Ficha] - Ezio
Sab Abr 19, 2014 12:10 pm por Henry W. Hawk

Conectar-se

Esqueci minha senha



Parceiros

Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

#1
 Miya T. Akiyama

avatar
Características
Nome: Miya Tenshi Akiyama
Idade: 16 anos
Sexo: Feminino
Altura: 1,70 m
Peso: 55 Kg
Raça: Humana
Grupo: ~x~
Rank: ~x~

Nível: 1
Experiência: 0/50

Atributos Primários

Força: 1
Defesa: 2 (+2)
Velocidade: 5 (+3)
Percepção: 7

Atributos Secundários
HP: 112
PM: 128

Dano: 4
Esquiva: 7
Resistência: 2

Caminho Mágico
Magia Inicial: Water Magic
Descrição: Water Magic é uma forma de magia que gira em torno do uso de água, que é colocada sob o comando do usuário para que elas empreguem diversos fins. Dependendo da sua utilização, as propriedades físicas da água podem ser manipuladas para a vantagem do utilizador; grandes massas de tal líquido são mostradas possuir força notável, sendo utilizável para infligir dano contundente sobre alvos varrendo-os com água. Magos especializadas neste tipo de magia está limitado a usar a água da região.


Magia Secundária: ~x~
Descrição: ~x~

Pessoal
Aparência:Miya possui poucos 16 anos, estando no auge de sua beleza. Miya é possuidora de um corpo um tanto esbelto, sua pele é branca , macia e sem marcas.  A mesma possui uma estatura alta e magra, e ela não engorda facilmente por causa de seu metabolismo rápido. Miya possui uma cintura fina e seios grandes, fazendo seu corpo chegar a um ponto "sexy" também pois a mesma tem curvas perfeitas. Seus braços e pernas são finos e suas mãos e pés delicados.

Miya possui um queixo fino, seu rosto não possui marcas ou coisas do tipo, contendo uma pele macia e pouco oleosa. Seu rosto é preenchido por grandes olhos redondos, de cor azul intensa mas que escurece conforme chega ao centro (pupila), os olhos contém cílios grandes e chamativos. A sobrancelha, pouco acima dos olhos,  é fina e de uma tonalidade mais clara que seu cabelo.

O cabelo de Miya é liso e sedoso, com cumprimento que chega do meio de suas costas até a cintura, sendo que sua franja não passa de seu rosto. Seu cabelo tem uma tonalidade loira clara e brilhante, e a mesma sempre está com uma presilha presa no cabelo, do lado esquerdo de sua cabeça, que toma a forma de uma borboleta com asas azuis intensas da mesma cor dos olhos de Miya, e com detalhes em preto.

Miya, entrando em detalhes, possui olhos artificiais, que foram dados quando a mesma sofreu um acidente no fogo quando era mais nova. A mesma é ambidestra, podendo manejar armas destras quanto canhotas. Suas roupas variam muito, mas quase sempre se baseiam em uniformes escolares.

Representações: Clique Clique  Clique 

Personalidade: Miya tem uma personalidade um tanto peculiar, sendo que, de acordo com a situação seu modo de agir, falar e seus atos mudam rapidamente.
Miya normalmente é uma garota aparentemente animada, extrovertida e hiperativa, sendo que por causa disso se torna uma pessoa ansiosa e com pouca tolerância, sendo dona de um pavio curto. Se estressa até com coisas mínimas e acha que por qualquer mínimo ato errado vai ser punida, por isso tenta fazer as coisas com perfeição e faz de tudo para obter sucesso nelas. Não se sente envergonhada com tais atos que comete e não liga muito para a opinião negativa das pessoas, sendo bem otimista.

A menina muda de personalidade quase instantaneamente dependendo da situação e ela demonstra as mais variadas feições e expressões como reação para cada coisa ocorrida a seu redor.

Quando a garota está em batalha, ela perde essa personalidade tornando-se uma pessoa concentrada e paciente. Segue tudo de acordo com o planejado e consegue analisar uma situação rapidamente, achando facilmente soluções para elas fazendo referência a sua grande inteligência.

Agora Miya possui modos de personalidade que permanecem em ambos os casos. Como exemplo, Sempre dá o melhor de si nas coisas que faz como se pudesse ser a ultima coisa que fosse fazer na vida, se esforçando para obter a perfeição em seus feitos. A garota é bem otimista e emana uma energia positiva aonde vai, sendo uma pessoa que não gosta de ver a infelicidade.

Miya também é uma pessoa bastante confiável e faz amizades facilmente. Miya por ter uma personalidade forte, não chora facilmente e também não é magoada facilmente, agüenta vários tipos de ofensas sem causar um impacto emocional em si. Quase nunca tem vergonha das coisas que fala e não costuma ser tímida.
Miya possui o raciocínio rápido e eficaz que se juntam a sua estimada inteligência. Ela consegue formular grandes estratégias em batalhas mesmo que rapidamente. Possui alto senso crítico e é bem pensativa, o que te faz uma pessoa com uma alta observação sobre as coisas. Consegue também formular respostas para as mais complicadas perguntas. Miya possui um alto QI e é considerada uma pessoa muito inteligente.

Mas atrás de toda essa personalidade, a garota sofreu um grande trauma (Ver história). Sempre que lembra de sua história fica paralisada como se revivesse o horror que passou, além de quando está sozinha chegar até chorar por aqueles que ela se culpa de ter matado, deixando sua personalidade otimista e forte de lado.

História:
Monogatari:

A família de Miya era constituída de seu pai, sua mãe e sua irmã 3 anos mais velha, todos de uma família rica cidade capital do famoso reino da magia Fiore, conhecida como Crocus ou a capital das flores. A garota vem de uma das famílias de elite de Crocus, que recebiam o sobrenome de "Akiyama". Seus pais já estavam felizes apenas com uma filha e não planejavam ter outra, até que por um acidente a mãe de Miya engravidou de novo. Miya nasceu com os olhos e cabelos claros herdando a aparência de sua mãe, que a nomeou de "Miya" pois significa "Vida Bela", e ela queria que independente do que as pessoas achassem dela, inclusive sua família, ela tivesse uma vida próspera e com um final feliz quando ele chegasse. Seu nome "Akiyama" foi dado por sua mãe, "Aki" significando "Outono" e "Yama" "Montanha". Além do seu nome do meio, nomeado por seu pai : "Tenshi" com significado "Anjo" . Sua irmã se chamava Kaya e era 6 anos mais velha que a garota, sua mãe Seiko e seu pai Takao.

Por não ser bem vinda na família, quando a garota completou 4 anos começou a ser excluída pelos seus pais e sua irmã, sendo deixada de lado aos poucos. Quase sempre estava em seu quarto, lendo livros desde criança que a garota achava em sua casa sobre as magias de Fiore. Ela se encantou com os magos assim que começou a ler sobre o assunto, embora soubesse que era perigoso se tornar uma e cheia de riscos, e mesmo seus pais não dando atenção para ela nunca deixariam a garota virar uma maga, até por que a garota era muito nova para ter indícios para despertar alguma magia.  Seus pais treinavam Kaya, que havia despertado a magia do fogo, mas ignoravam Miya completamente, ela se sentiu excluída e sozinha mas nunca demonstrava esses sentimentos. Ela via outras crianças na rua junto a seus pais e sempre se sentia triste, mas perto deles ela parecia não se importar.

Ela apenas lia livros sobre os magos e os conceitos quando criança, sempre sozinha em seu quarto, ela mesma parecia não existir para seus pais embora ela se sentisse sozinha e estritamente solitária. Por ficar confinada, a garota adquiriu uma personalidade tímida e meiga. Por isso, ela tinha o hábito de escrever em um diário e esse era a única maneira dela expressar seus sentimentos.

Ela via a irmã treinando da janela de seu quarto, seus pais a ajudavam as vezes, mas ambos eram muito ocupados por causa dos negócios da família. Miya não quis seguir a irmã pois tinha seus próprios objetivos que adquiriu com informações de livros e fazia de tudo para parecer o mínimo com ela
Com 6 anos, a garota achou uma espada em sua casa. Ela começou a treinar em seu quarto, que era bastante espaçoso, movimentos com ela. Ela ainda não conseguia controlar seu movimento corretamente então ficava treinando silenciosamente com a espada.

Com 8 anos, Miya começara a sair de casa sozinha para treinar por não gostar do clima pesado que a mesma causava em sua casa. Ela quase sempre estava com sua pequena espada e sozinha, sempre treinando em áreas mais isoladas.

Depois de algum tempo, uma das meninas que morava bem perto dela, observara a menina saindo para treinar por muito tempo então tentou se aproximar da garota. Ela se chamava Asaye. Essa foi a primeira amiga de Miya. Ela a chamou para conversar com as outras meninas e após isso, Miya conseguiu aos poucos fazer amigas, embora não fosse tão animada e energética quanto elas, sempre estava meio tímida apenas observando a conversa, mas ela gostava do simples fato de estar ali.O nome de suas amigas eram Asaye, Saya, Mieko e Reiko. Eram quatro garotas de classe média da vila.

As quatro sempre estavam juntas, tanto em dias de aula quanto em finais de semana. brincavam juntas todas as vezes, como as pessoas da vila diziam, eram praticamente inseparáveis. Miya sentia como se sua existência começasse a ter uma razão nessa época. Ela nunca convidou as amigas para sua casa, embora tenha ido na de todas elas, conhecendo suas mães e pais.

Mas uma noite, Miya teve um pesadelo estranho. Esse pesadelo não era totalmente visível, mas ela conseguiu ver pessoas morrendo, seus rostos não eram totalmente reconhecíveis também, mas ela sabia quem eram: Suas amigqs e família. Nessa noite em especial, Miya foi perturbada pelo terrível pesadelo  e quando acordou a primeira coisa que fez foi sair correndo para ver suas amigas. Elas estavam bem e perguntaram por que ela estava tão perturbada, mas ela não disse.

Asaye e Miya marcaram de treinar juntas já que as duas tinham o pequeno sonho de virar magas. Estava tudo correndo bem quando um mago de uma guilda das trevas invadiu. Ele matou Asaye na frente de Miya. A garota tentou correr, aterrorizada, mas ele era muito rápido e facilmente a alcançou. Ele pediu uma certa quantia de dinheiro para a garota, sabia que ela era de uma família rica,  que ficou traumatizada com o acontecimento. Não contara a ninguém o que aconteceu, só dizia  "Eu não sei, Asaye sumiu" ".

Todos pensaram ser um acidente o ocorrido, mas Miya e suas amigas ficaram aterrorizadas com a morte de Asaye. Após uma semana, Miya não leva o dinheiro no lugar marcado para o mago por não o possuir, e não podia pedir a sua família embora fossem ricos. Assim, quando Miya e mais uma garota de seu grupo, chamada Saya, brincavam sozinhas antes das outras 3 garotas chegarem o mesmo mago encontrou as duas. Miya implorou mas ele matou sua amiga, dessa vez, pedindo o dobro da quantia pedida na semana anterior. Miya novamente não contou nada a ninguém, embora todos perguntavam por Saya.  Cada vez sua mente se enchia de mais terror, de primeira, ela não associou ao sonho que tivera em sua noite anterior, mas 2 de suas amigas haviam morrido e ela estava se culpando.

Em um intervalo de uma semana depois, novamente, Miya estava começando a evitar ficar sozinha com suas duas amigas restantes, que estavam tristes e com depressão. Até que, Miya foi convidada por sua outra amiga, Mieko, para ir a sua casa, as duas estavam sozinhas e os pais de Mieko não sabiam que ela estava lá. Elas apenas jogavam, conversavam e brincavam para esquecer o que estava acontecendo, todas elas tinham medo de ser um próximo alvo. Embora Miya estava em completo alento, o mago conseguiu invadiu a casa de Mieko e a matou, além de colocar fogo na casa da garota. Ele retirou Miya de lá, que já estava horrorizada de tantas mortes a sua frente, ela sempre se culpava por elas, mas não sabia como evitá-las. O mago, dessa vez, pediu o triplo de dinheiro. Se Miya não conseguia nem o normal, quem dirá três vezes ele? Ela não contou nada a ninguém, com medo de ser culpada pela vila. A casa de Mieko pegou fogo e foi reduzida a cinzas. Sua mãe não agüentou de depressão e morreu, e seu pai ficou sozinha  com uma das filhas.

Por fim, do grupo de amigos, restou apenas Miya e Reiko, as duas estavam em completa depressão e aterrorizadas. Elas não saiam de casa, mas isso foi a chave que o mago precisava para matar a ultima amiga de Miya. O mago primeiro seqüestrou Reiko e esperou Miya sair de casa para treinar, pois a mesma não parava de cometer os atos.. Ele matou Reiko, sua ultima amiga, em sua frente também. Ela havia perdido suas 4 amigas e o pior era que fora sua culpa. O mago fazia aquilo para deixá-la com um trauma emocional e para que ela se sentisse triste, ele estava apenas jogando com a menina, que estava em seu limite.

Assustada e aterrorizada, Miya não levou o dinheiro novamente. Ela foi treinar novamente pensando que o horror já havia acabado, mas quando voltou, sua casa estava em chamas. Ela se lembrou dos seus pertences como seu diário e entrou com a casa em chamas para ir atrás dos mesmos
No seu quarto, ela encontra o mago que havia a aterrorizando. Os seus pais  e sua irmã estavam mortos atrás dos pés deles, e ele disse para Miya. "Você teve o azar de me conhecer em sua vida. Agora, não quer que apenas sofra e sinta dor, mas também te matarei." .

Miya cansada de tudo que aconteceu, rapidamente se abaixou e coloca as mãos em sua cabeça como se pudesse parar de ver tudo acontecer e esperar sua morte, e após isso um grande jato de água surgira a sua frente, atirando o mago para longe. A garota fora protegida por uma pequena porção de água envolto de si como uma barreira, e o jato apagara o fogo. O mago avança para tentar atacá-la novamente mas podiam-se ouvir alguns guardas entrando em sua casa. Assim, o mago foge e Miya desmaia.
Ela acorda no hospital, algumas enfermeiras comentavam sobre o que parecia ser o acidente em sua casa. Ela havia recuperado seu diário, mas ainda carregava a dor e o trauma em seu coração.

Ela conseguiu ser adotada por uma família e foi deserdada do dinheiro de sua família anterior que estava acostumada com casos em que as crianças sofreram um trauma muito grande e ela ganhou mais 4 irmãos adotivos. Ela procurou ao máximo evitar a família adotiva, mas eles insistiam em ajudá-la. Ela então foi adquirindo uma personalidade mais forte. Quando ela tinha 10 anos, essa família expulsou ela de casa por causa de seu comportamento incontrolável, mesmo eles não sabendo de sua história. Ela ficou sozinha na rua durante 3 dias, até que uma doce mulher a encontrou e cuidou dela, Miya tentava não se apegar ao máximo a ela mas era difícil. Ela começou a morar com a mulher que a tratava como uma filha, mesmo ela já possuindo uma. Miya ganhou uma irmã mais nova adotiva, mesmo tentando não manter laços fortes de intimidade com essa sua nova família.

Agora com 16 anos, Miya fugira de casa com objetivo de se tornar uma maga entrando em alguma guilda, procurando sempre se tornar mais forte para não ver mais pessoas morrerem a sua frente.


Perícias
- Estratégia: O usuário consegue resolver enigmas, criá-los, ter uma boa visão de batalhas e elaborar grandes planos estratégicos. (Não decifra criptografias)
-
-
-
-

Inventário
-
-
-
-
-
-
-
-
-
-
Ver perfil do usuário

#2
 Henry W. Hawk

avatar
Ficha aprovada;
Curti bastante õ/
Ver perfil do usuário

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum